Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria é parceira do projeto nacional de doação de sangue “Doando Vidas”

A abertura oficial da campanha ocorreu nesta segunda-feira (26), às 8h. O objetivo da campanha é sensibilizar a população para a importância da doação de sangue
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

Campanha de doação de sangue vai até o dia 26 de setembro no MT Hemocentro. - Foto por: Bruno Cidade/DPMT
Campanha de doação de sangue vai até o dia 26 de setembro no MT Hemocentro.
A | A

Foi aberta nesta segunda-feira (26), às 8h, a campanha nacional “Doando Vidas”. A doação de sangue pode ser realizada até 26 de setembro, na sede do MT Hemocentro, na rua 13 de junho, 1055, bairro Centro Sul, em Cuiabá.

O projeto, lançado há 17 anos pela fundadora Sueli Batista, e que conta com o apoio da Defensoria Pública de Mato Grosso (DPMT), tem o intuito de sensibilizar a comunidade para a doação de sangue, bem como levar esclarecimentos importantes sobre o tema.

“Doar sangue é ato de amor. Não só para quem está recebendo, mas para quem está doando também”, afirmou Tatiane Barbieri, coordenadora da Comissão de Saúde da Associação Mulheres de Negócios e Profissionais (BPW) Cuiabá.

Chamada inicialmente de “Sou Doadora de Vida”, a campanha é um importante ponto de apoio para ajudar a abastecer o banco de sangue do Hemocentro de Mato Grosso, que costuma ficar muito baixo nessa época do ano.

Segundo a presidente da BPW Cuiabá, Zilda Zompero, a participação de mulheres entre os doadores de sangue saltou de 3,5% para 40% no MT Hemocentro desde o início do projeto. Proporcionalmente, lembra Zilda, as mulheres têm índices ainda maiores, já que, diferente dos homens, que podem doar sangue quatro vezes ao ano, as mulheres só podem doar três vezes.

“A Defensoria entende a importância dessa ação, que vem ao encontro dos valores da Instituição, e por isso somos parceiros. Incentivamos os membros e servidores a doar sangue, um gesto de amor ao próximo”, declarou Maria Luziane Ribeiro, secretária executiva da DPMT.

Em 2012, a campanha se tornou nacional e, em 2014, mudou o nome para “Doando Vidas”, ampliando seus objetivos para órgãos, tecidos e leite materno.

Segundo o Hemocentro, os meses de agosto e setembro são críticos para o banco de sangue, pois o clima nessa época fica mais seco e muitas pessoas ficam doentes, principalmente os idosos, e também há muitas vítimas de acidentes de trânsito, as quais necessitam de sangue.

“Você sensibiliza e ajuda as pessoas, pois todos os dias são inúmeras pessoas que precisam de transfusão”, completou Barbieri.

Prêmios - Para estimular a doação, será realizado um sorteio de prêmios no fim da campanha (26 de setembro). Cada doador que avisar que está doando pela campanha "Doando Vidas", da BPW Cuiabá, vai ganhar um cupom para participar. Se não puder doar por algum motivo, ganha o cupom mesmo assim. Além disso, a cada novo doador que indicar, ganha outro cupom.

“A parceria com a Defensoria Pública, Governo do Estado de Mato Grosso, Prefeitura de Cuiabá, Corpo de Bombeiros, empresas privadas, como Eletrofios e CDL Cuiabá, tem como objetivo estimular o servidor ou o funcionário a vir fazer a doação de sangue no Hemocentro”, explicou a coordenadora.

Caminhada - A caminhada “Doando Vidas” aconteceu no dia 18 (domingo) no Parque das Águas. Na capital mato-grossense, a organização da campanha é da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Cuiabá (BPW) em parceria com o MT Hemocentro e parceiros, como a Defensoria Pública de Mato Grosso.

Cerca de 80 pessoas participaram da caminhada em volta da lagoa – 1,5 km de percurso.

 

Para doar, procure o MT Hemocentro:

 

Sede: Rua 13 de junho, 1.055, Centro Sul, Cuiabá

Tel.: (65) 3623-0044

Horário: segunda a sexta-feira, das 7h às 17h30