Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública participa de primeira audiência virtual na Vara da Família de Cuiabá

Primeira audiência online da Defensoria Pública na Vara da Família de Cuiabá ocorreu no dia 9 de junho, por meio do aplicativo Teams, e resultou em uma composição amigável entre as partes
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

A defensora pública Ana Vidal participou da primeira audiência de conciliação virtual na Vara da Família de Cuiabá, que resultou em um acordo amigável entre as partes com o aumento da pensão alimentícia. - Foto por: Divulgação
A defensora pública Ana Vidal participou da primeira audiência de conciliação virtual na Vara da Família de Cuiabá, que resultou em um acordo amigável entre as partes com o aumento da pensão alimentícia.
A | A

A Defensoria Pública de Mato Grosso participou da primeira audiência virtual na Vara da Família de Cuiabá no dia 9 de junho, às 13h30, por meio de uma videoconferência realizada pelo aplicativo Teams, que resultou na conciliação entre as partes com o aumento da pensão alimentícia.

“Uma vez marcadas em juízo, e devidamente intimadas as partes, conseguimos fazer essa audiência e finalizar, que é o interesse de todos, de uma maneira satisfatória e rápida”, afirmou a defensora pública Ana Vidal.

A audiência online é um avanço na Vara de Família e Sucessões de Cuiabá, já que os processos estavam parados, aguardando o retorno das atividades do Poder Judiciário para ser agendados.

“Alcançamos o final do processo com a audiência realizada porque teve conciliação e era o que interessava para as partes, inclusive para a minha assistida, que era o aumento do valor da pensão”, explicou.

Por meio da portaria conjunta 372/2020, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) prorrogou a suspensão de prazos e o regime de teletrabalho em todo o Poder Judiciário até o dia 30 de junho.

Segundo a defensora, o andamento processual é muito importante para os cidadãos atendidos pela Instituição. “O assistido vai buscar um fim e conseguimos atingi-lo”, destacou.

Participantes – Além da defensora pública, participaram da audiência a conciliadora Iara Araújo, a requerente Sheylla Ortega Santos, de 6 anos de idade, representada por sua mãe, Derese Ortega, 31 anos, a advogada Luamar Canuto e o requerido Saimon Santos, pai da criança.