Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública já realizou 4.869 atendimentos on-line gratuitos desde o fim de abril

Com média de 75 atendimentos on-line por dia, nova ferramenta atingiu marca de 4.869 assistências jurídicas gratuitas desde 28 de abril; previsão é que o atendimento on-line seja expandido a todo o estado no dia 17 de agosto
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

- Foto por: Arte: Bruno Cidade/DPMT
A | A

Desde que o atendimento on-line foi inaugurado, no dia 28 de abril, até as 12h de hoje (30/07), a Defensoria Pública de Mato Grosso já realizou 4.869 assistências jurídicas gratuitas por meio desse novo serviço ofertado por conta da suspensão do atendimento presencial, dia 17 de março, devido à pandemia de Covid-19.

“Tínhamos uma preocupação grande desde o início da pandemia em ampliar as possibilidades de acesso dos cidadãos aos serviços da Defensoria. Além dos celulares disponibilizados para os Núcleos, vimos que um sistema em que o cidadão pode buscar informações sobre atendimento ou mesmo sobre andamento do seu processo a qualquer hora do dia, seria uma excelente forma de acesso aos nossos serviços”, explicou a defensora pública Maria Luziane Ribeiro de Castro, secretária executiva da DPMT.

Inicialmente disponível apenas para Cuiabá e Várzea Grande, o canal de atendimento virtual foi ampliado, no dia 9 de julho, aos cidadãos de outros nove municípios: Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Lucas do Rio Verde, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Tangará da Serra. A previsão é que a ferramenta esteja disponível para todo o estado no dia 17 de agosto.

“É um sistema simples em que, mesmo que não seja o horário de atendimento dos Núcleos, o cidadão pode deixar a sua dúvida e ele terá a resposta no próximo dia útil sobre a demanda pretendida”, relatou Luziane.

Considerando que os atendimentos são realizados apenas nos dias úteis (de segunda a sexta-feira), a média é de 75 assistências jurídicas gratuitas on-line. Devido ao enorme sucesso, o atendimento on-line vai continuar, mesmo após a retomada do atendimento presencial, ainda sem data prevista.

“Não tenho dúvida que é um canal de atendimento que veio pra ficar. O usuário dos nossos serviços não precisa se deslocar até a Defensoria para tirar dúvidas ou mesmo obter informações sobre os processos existentes”, afirmou a defensora pública.

Cuiabá – A capital do estado foi responsável por 1.976 atendimentos (40,6% do total), seguida da vizinha Várzea Grande, com 1.064 procedimentos (21,9%). No interior, destacaram-se Sorriso, com 855 assistências (17,6%), e Primavera do Leste, 497 atendimentos (10,2%)

Sorriso – Sétimo maior município de Mato Grosso, com população estimada em 90.313 pessoas (IBGE/2019), Sorriso foi o destaque do interior, com 855 atendimentos on-line (17,6% do total)

Para o defensor público Ubirajara Vicente Luca, coordenador do Núcleo de Sorriso, esse novo canal aperfeiçoou a assistência jurídica gratuita prestada pela Defensoria Pública.

“O atendimento on-line é uma ótima ferramenta. Trouxe uma modernização ao atendimento neste novo tempo. Os servidores se adaptaram bem ao sistema e os assistidos vêm aderindo também. O grande sucesso do atendimento on-line no Núcleo se deu à ampla divulgação na imprensa local”, afirmou.

Luca informou que o Núcleo de Sorriso está implementando uma metodologia de padronização do atendimento on-line. “Ainda há a necessidade de alguns ajustes para aprimoramento do sistema. Contudo, as vantagens são inúmeras, como, por exemplo, possibilitar uma maior otimização do atendimento, uma vez que evita filas no Núcleo, gerando comodidade e maior satisfação do assistido”, ressaltou.

Como funciona – O serviço é oferecido por meio de um link que conecta o usuário a um atendente treinado para repassar informações, como andamento processual, documentos necessários para iniciar ações, orientações, entre outras. O cidadão pode fazer solicitações de informação no sistema 24 horas por dia, 7 dias por semana, mas o atendente somente entrará em contato de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.

Todo cidadão com renda mensal individual de até três salários mínimos ou rendimento familiar de até cinco salários mínimos pode receber assistência jurídica gratuita da Defensoria Pública.

Clique aqui para acessar o atendimento on-line.