Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública lança cartilha para orientar mulheres candidatas em live no Instagram

O lançamento da cartilha ocorrerá hoje, às 19h, ao vivo, no perfil da Defensoria Pública no Instagram
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

- Foto por: Arte: Bruno Cidade/DPMT
A | A

Nesta segunda-feira (31), às 19h, ao vivo, no Instagram da Defensoria Pública de Mato Grosso, ocorrerá o lançamento da cartilha Saberes para Mulheres Candidatas, com a participação do defensor público-geral, Clodoaldo Queiroz, e da coordenadora do Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem), Rosana Leite.

“O objetivo da cartilha é que as mulheres que querem ser candidatas, e que serão vencedoras em um pleito eleitoral, pensem nos direitos humanos das mulheres, que saibam que nós mulheres precisamos delas nas ocupações de poder, precisamos que elas se candidatem, mas que a pauta feminina de fato seja uma pauta delas”, afirmou a defensora pública, idealizadora da cartilha.

Será a primeira live (transmissão ao vivo) difundida no perfil da Defensoria Pública no Instagram, inaugurado no dia 21 de fevereiro. Para participar, basta seguir a DPMT no Instagram (@defensoriapublicamt).

Cartilha – O documento, voltado às mulheres candidatas nas eleições municipais deste ano e nas seguintes, discorre sobre as ondas feministas, o conceito de sororidade, os direitos eleitorais da mulher, a linguagem inclusiva ou de gênero, a Lei Maria da Penha e outras leis aprovadas no Brasil e no mundo para garantir os direitos das mulheres.

“Precisamos que as mulheres olhem por outras mulheres. É uma cartilha bem simples, mas vai fazer com que as mulheres entendam seus direitos, como chegamos às lutas feministas, que já alcançamos muito, mas precisamos muito mais”, destacou Rosana.

Segundo a defensora pública, além de divulgar a cartilha, a live também vai aproximar a Defensoria Pública da sociedade.

“O papel dessas mulheres candidatas é muito grande nessa luta feminista e no enfrentamento às violências pelas quais passamos. Nós precisamos que as pautas femininas sejam as pautas das mulheres candidatas”, arrematou.

Clique aqui para acompanhar a live no perfil da Defensoria Pública no Instagram.

Clique aqui para baixar a cartilha.