Pular para o conteúdo
Voltar

Ciclo de palestras virtuais aborda Violência Doméstica contra Mulher de 14 a 16 de outubro

Entre as palestrantes está a defensora pública que atua no Núcleo da Defensoria Pública de Mato Grosso, em Barra do Garças, Lindalva Ramos, que tratará da implantação da Lei Maria da Penha em juizados híbridos
Márcia Oliveira | Assessoria de Imprensa da DPMT

Ilustração - Foto por: Divulgação
Ilustração
A | A

A Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica Contra a Mulher (Rede de Frente) e o Centro Universitário do Vale do Araguaia oferecem, gratuitamente à população, o I Ciclo de Palestras virtuais sobre Violência contra Mulher, que poderão ser assistidas pelo aplicativo Zoom, a partir das 20h, nos dias 14, 15 e 16 de outubro. A defensora pública que atua na Defesa da Mulher em Barra do Garças, Lindalva Fátima Ramos, integra o grupo de palestrantes.

Ao todo serão disponibilizadas oito palestras ministradas por profissionais que trabalham com as vítimas, os agressores ou que estudam o tema. As inscrições para participar do evento são gratuitas e podem ser feitas por este link do "Even3".

A defensora pública que atua no Núcleo da Defensoria Pública de Mato Grosso em Barra do Garças, Lindalva Ramos, abordará o tema: Implantação da Lei Maria da Penha nos Juizados de Violência Doméstica Híbridos, na quinta-feira (15/10). Mas, o Ciclo começa amanhã (14/10) com os três temas abaixo. 

O trabalho em Rede no Enfrentamento à Violência  Doméstica Contra Mulher será abordado pela presidente da Rede de Frente, investigadora de polícia, Andrea Cristine Oliveira Costa Guirra. O tema Delegacia Especializada de Defesa da Mulher: Porta de Entrada a Rede de Atendimento, será explorado pela assistente social, Daiane Cristina Gomes Batista e o tema Formas de Violência Doméstica pela Perspectiva do Ciclo da Violência será trabalhado pelo juiz da Segunda Vara Criminal de Barra do Garças, Marcelo Souza Melo Bento Resende. 

Para concluir o ciclo, no dia 16 de outubro, as palestras ficarão com o professor da UFMT, campus Araguaia, o sociólogo Luís Antonio Bitante Fernandes. Ele abordará Os Aspectos Culturais e Naturalização da Violência contra a Mulher: uma Análise pelo Gênero.

Além dele, a psicóloga da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Ana Paula da Costa Fernandes trabalhará o perfil de homens autores de violência doméstica: a partir de uma análise sistêmica e a psicóloga e pedagoga que atua como psicóloga na delegacia da defesa da mulher, Denise da Silva Ney, traçará o perfil psicológico da mulher vítima de violência doméstica.

“O evento é todo gratuito e contará com a participação de profissionais que têm afinidade com o tema, que atendem vítimas ou agressores, ou que lidam com o assunto no campo da pesquisa. O ciclo poderá ser acompanhado por qualquer pessoa, do conforto do lar, ou de onde estiverem. Essa é uma oportunidade de conhecer sobre o tema ou se preparar para auxiliar quem precisa”, explica Lindalva.