Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública participa de reunião com governador e primeira-dama sobre ações de combate à violência contra a mulher

Reunião ocorreu na sexta-feira passada (dia 22), no Palácio Paiaguás, e discutiu medidas de enfrentamento à violência doméstica e familiar
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

- Foto por: Secom-MT
A | A

Com a participação do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, a Defensoria Pública participou de uma reunião na última sexta-feira (22), no Palácio Paiaguás, sobre ações de enfrentamento à violência contra a mulher em Mato Grosso.

“A Defensoria Pública é instituição essencial a função jurisdicional do estado, portanto é fundamental no atendimento à mulher, principalmente das mais oprimidas que são as negras e pobres, por isso tem assento no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e está presente em todas as discussões que dizem respeito a elas”, destacou a defensora pública Tânia Matos, que representou a Instituição no evento.

A reunião contou ainda com a participação da deputada federal Rosa Neide (PT) e representantes de diversas entidades e órgãos públicos que atuam na defesa dos direitos das mulheres.

“A violência doméstica é um tema extremamente sensível e precisamos cada vez mais dedicar atenção a ele. Denunciar, colocar luz neste problema é o primeiro passo para enfrentar e resolver. Iremos desenvolver campanhas de conscientização, de educação, utilizando vários mecanismos para que nós possamos alertar aos homens do risco que eles correm e que este é um ato de covardia”, ressaltou o governador.

Entre as medidas propostas, estão a realização de campanhas publicitárias e de conscientização, que possam encorajar as mulheres a denunciarem, e trabalhar junto ao público masculino o ciclo da violência e todas as consequências. Também foram apresentadas sugestões quanto ao reforço da Patrulha Maria da Penha, capacitação de todos os profissionais que atuam nas delegacias e na linha de frente do atendimento aos casos, bem como os jovens e adolescentes nas escolas.

“Com certeza unidos somos mais fortes e iremos mais longe. Essa reunião é uma convergência de todos que buscam efetivamente trabalhar para reduzirmos esses índices tão alarmantes de violência contra a mulher em Mato Grosso. Inauguramos a Delegacia da Mulher 24 horas, foi um grande passo, mas precisamos avançar e continuar atuando com foco especial na prevenção e na mudança cultural e este será o próximo passo”, frisou a primeira-dama Virginia Mendes.

A Defensoria Pública integra todas as redes de enfrentamento à violência doméstica e familiar existentes no estado: Cuiabá, Barra do Garças, Várzea Grande e Nossa Senhora do Livramento.

Participantes – Também participaram da reunião o juiz da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar, Jamilson Haddad, a presidente do Conselho Estadual da Mulher, procuradora Glaucia Amaral, a delegada Delegacia da Mulher de Várzea Grande, Mariel Antonini Dias, o diretor-adjunto da Polícia Judiciária Civil, Gianmarco Paccola, a promotora de Defesa da Mulher, Elisamara Sigles Portela, a 1ª Tenente PM da Patrulha Maria da Penha, Denyse Alves, o secretário-adjunto de Direitos Humanos da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setasc), Kennedy Dias, a presidente da Comissão de Direito da Mulher da OAB-MT, Clarissa Lopes, a presidente da OAB subseção de Várzea Grande, Flávia Moretti, a coordenadora regional do Compliance Women Commitee e vice-presidente da Comissão de Compliance da OAB-MT, Luciana Serafim, e a coordenadora de Direito da BPW Várzea Grande, Ariana Paim.

* Com informações da Secom-MT.