Pular para o conteúdo
Voltar

Nota de Pesar

Márcia Oliveira | Assessoria de Imprensa da DPMT

- Foto por: Bruno Cidade
A | A

É com profundo pesar que a Defensoria Pública de Mato Grosso comunica o falecimento do pastor Odonel Cesário de Oliveira, 62 anos, na manhã desta segunda-feira (22/03), da Covid-19. Ele era pai do defensor público Odonias França de Oliveira. Odonel ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Peixoto de Azevedo, onde residia, por 10 dias.

Ele deixa esposa, quatro filhos e dois netos. O defensor público Odonias afirma que o pai representa exemplo de vida para a família e para a sociedade. E que ele atuava como pastor presidente da igreja Assembleia de Deus de Peixoto de Azevedo.

Odonel recebeu homenagem do deputado estadual, Sebastião Rezende, que levou ao Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e aprovou uma Moção de Pesar na manhã de hoje. Nela o deputado afirma que o pastor prestou relevantes serviços à sociedade como líder evangélico.

“Ele teve o seu ministério como pastor e líder evangélico por vários anos, sendo responsável por imensas obras que transformou milhares de vidas. Sua história de vida foi marcada pela devoção e fé em sua trajetória de dedicação em servir a Deus. Ele ingressou  para o santo ministério e desenvolveu suas atividades por diversas Igrejas e campo de trabalho, onde deixou sua marca de fé e empreendedorismo”, disse o deputado.

Veja aqui a íntegra da Moção de Pesar. O defensor informa que o seu pai será sepultado no cemitério municipal de Peixoto de Azevedo, às 17h desta segunda-feira (22/3).