Pular para o conteúdo
Voltar

NOTA DE FALECIMENTO

Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

- Foto por: Arte: Bruno Cidade/DPMT
A | A

É com grande pesar e consternação que a Defensoria Pública de Mato Grosso recebe a notícia do falecimento de Luiz Antonio Canavelo Brandão, 67 anos, pai do defensor público Luiz Brandão, que faleceu na manhã desta quarta-feira (31 de março) em Maringá-PR, vítima de complicações da Covid-19.

Luiggi deixa esposa, que segue internada em estado grave, cinco filhos, duas noras e três netos. O velório vai ocorrer amanhã (1º de abril), das 11h às 15h, em Maringá. Depois, o corpo vai ser cremado em uma cerimônia com a presença da família.

A Defensoria Pública presta suas sinceras condolências aos familiares e amigos.

 

O defensor público Luiz Brandão emitiu a seguinte nota:

 

Meu Pai, Dom Luiggi, amado, nos deixou. Lutou o quanto pode, não resistiu às complicações da COVID.  Ficam nesse plano, sua esposa (internada ainda grave), Cinco filhos, duas noras e três netos e todos outros familiares

Tamanha é a dor e a tristeza. Sua vida se vai no bojo de uma política genocida estatal, apenas por vaidades políticas, por uma guerra cultural e ideológica, onde o vírus tem partido e se cuidar significa ser comunista, mas não somente, se vai também pela inexperiência médica e pelas negações científicas.

Que sua vida não represente um número na epidemiologia. Represente a alegria da vida, de quem lutou por ela. Celebrarei sua vida, sua capacidade de se reinventar, sua coragem de sempre recomeçar. Te amo. Irei sempre ter você no coração e alma. Amigos para sempre, esse era o nosso lema.