Pular para o conteúdo
Voltar

Defensoria Pública inaugura novo Núcleo em Campinápolis e novas instalações em Campo Verde

Novo Núcleo de Campinápolis foi inaugurado na segunda-feira (dia 13) e as novas instalações de Campo Verde na terça-feira (dia 14); os dois municípios somam mais de 60 mil habitantes
Alexandre Guimarães | Assessoria de Imprensa/DPMT

- Foto por: Arte: Gustavo Carmo/DPMT
A | A

A Defensoria Pública de Mato Grosso continua em plena expansão para chegar à população socialmente mais vulnerável em todo o estado. Na última segunda-feira (13), foi inaugurado o novo Núcleo de Campinápolis e, na terça-feira (14), as novas instalações do Núcleo de Campo Verde.

Campo Verde tem 44.033 moradores, segundo a estimativa populacional de 2021 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), enquanto Campinápolis tem população estimada em 16.223 pessoas. No total, os dois municípios somam mais de 60 mil habitantes.

O primeiro subdefensor público-geral, Rogério Borges Freitas, a vice-prefeita do município, Maria Eva da Paz, o juiz da comarca, Carlos Eduardo de Moraes e Silva, e os defensores públicos lotados no Núcleo, Érico Ricardo da Silveira e Leonardo Jacometti de Oliveira, participaram da cerimônia de inauguração em Campinápolis.

“A inauguração do Núcleo de Campinápolis é um passo importante para a Defensoria Pública concretizar o comando constitucional de estar em todas as unidades judiciárias do Estado. A administração atual disponibilizou uma excelente estrutura para conforto do atendimento aos nossos assistidos, que vão poder contar com espaço e tecnologia adequados ao local”, afirmou o defensor Érico, coordenador do Núcleo.

Já a cerimônia em Campo Verde contou com a presença do defensor público-geral, Clodoaldo Queiroz, da secretária executiva, Maria Luziane Ribeiro de Castro, do primeiro subdefensor público-geral, Rogério Borges Freitas, e das defensoras públicas que atuam na comarca, Tânia Vizeu e Elisa Viana, além de outras autoridades.

“Foi um marco para a Defensoria no Município! Só tenho a agradecer mais uma vez à Administração pelo investimento na estrutura física e em equipamentos, não só para melhor atender os assistidos, como também pelas excelentes condições de trabalho no Núcleo! Tenho certeza que foi uma data muito importante para a Defensoria do Mato Grosso, que consolida a presença na municipalidade pela atuação junto à população mais vulnerável”, ressaltou Tânia.

Expansão – Os Núcleos de Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Alto Taquari e Juína já estão atendendo à população, mas devem ser inaugurados oficialmente apenas em 2022. Com isso, a DPMT agora está presente em 52 das 79 comarcas do estado, atendendo 98 dos 141 municípios mato-grossenses.

De acordo com a Coordenadoria de Infraestrutura Física (CIF), em 2021 foram efetuadas aproximadamente 230 manutenções elétricas, hidráulicas e pequenos reparos de construção civil em 29 Núcleos em todo o estado.