Pular para o conteúdo

O Defensor Público-Geral de Mato Grosso, Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz tomou posse para o biênio 2019/2020 no dia 02 de janeiro de 2019, para gerir a Instituição com o apoio de sua equipe e dos outros integrantes da Administração Superior, o corregedor-geral, Marcio Frederico de Oliveira Dorilêo, o ouvidor-geral, Cristiano Nogueira Peres Preza e os nove conselheiros superiores eleitos para o biênio.

 

Processo Eleitoral

A eleição foi realizada no dia nove de novembro de 2018, quando Queiroz obteve o maior número de votos, 110, dentre os quatro candidatos que concorreram ao cargo: Caio Zumioti, Edson Weschter e Júlio Diniz. O voto para a escolha do gestor da Instituição é direto, secreto, plurinominal e obrigatório para todos os defensores públicos.

A nomeação na vaga é feita pelo chefe do Executivo Estadual, que tem a prerrogativa de escolher entre os três mais votados. O governador Pedro Taques acatou a escolha dos defensores públicos de Mato Grosso no dia 26 de novembro de 2018, com a publicação do Ato 29310/2018, que circulou no Diário Oficial de Mato Grosso.

 

Atual Gestão

A Administração Superior da Defensoria Pública de Mato Grosso é composta pelos seguintes cargos:

 

 

Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz 
Defensor Público-Geral

 

Rogério Borges de Freitas
Primeiro Subdefensor Público-Geral


Gisele Chimatti Berna
Segunda Subdefensora Pública-Geral

 

Maria Luziane Ribeiro
Secretária Executiva

 

Marcio Frederico de Oliveira Dorilêo
Corregedor-Geral

Carlos Eduardo Roika Júnior
Primeiro Subcorregedor-Geral

Edson Jair Weschter
Segundo Subcorregedor-Geral





Cristiano Nogueira Peres Preza
Ouvidor-Geral