Defesensoria Pública do Estado de Mato Grosso

Notícias

Quarta, 04 Outubro 2017 14:58 Última modificação em Quinta, 05 Outubro 2017 14:20

Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria discute o papel da mulher mato-grossense em seminário

Escrito por 
Foto: Bruno Cidade - DPE/MT Núcleo de Defesa da Mulher da Defensoria discute o papel da mulher mato-grossense em seminário

As Defensoras Públicas Rosana Antunes Leite de Barros e Maila Aletéa Zanatta Cassiano Ourives, que atuam no Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem) da Instituição, participaram do seminário “A Mulher no Contexto Mato-Grossense: Discutindo a Igualdade de Gênero, Perspectivas e Desafios”, realizado na Secretaria de Educação do Estado (Seduc), nesta segunda-feira (04).

Para a Defensora Rosana Leite, que coordena o Núcleo, o principal objetivo da presença da Defensoria no evento foi apresentar aos ouvintes o quadro atual da violência sofrida pelas mulheres no Estado.

“Recebemos diariamente denúncias de agressões no âmbito doméstico, além de assédio moral e sexual, que temos combatido com nossa campanha “Chega de Fiu Fiu”. Além disso, pretendemos reforçar a importância da Lei Maria da Penha aos participantes. Os índices revelam que em 11 anos de existência da Lei, os números relatados tendem a aumentar, o que demonstra a confiança que as mulheres têm depositado em sua eficácia, bem como a necessidade de mais delegacias especializadas em nosso Estado”, declarou.

Maila Ourives, por sua vez, discorreu sobre o cotidiano do trabalho realizado no Nudem.

“É importante que as pessoas conheçam o trabalho de acolhimento realizado pela Defensoria. Encontros como esse permitem que esclareçamos como entramos em contato com as vítimas, as instruímos e orientamos sobre sua situação de vulnerabilidade”, disse.

Em entrevista, a coordenadora de Educação Escolar Índigena da Seduc, Letícia Antônia de Queiroz, falou sobre a relação entre a Defensoria Pública e o debate sobre a matéria.

“Nosso objetivo é ouvir as vozes femininas que ocupam o espaço público com a finalidade de promover seu protagonismo”, relatou.

Palestras

A coordenadora do Nudem também participou de outras atividades durante a semana, levando ao conhecimento de diversos setores da sociedade de Mato Grosso o papel da Defensoria na luta pelos direitos das mulheres.

Entre os dias 24 e 27 de setembro, a Defensora participou de um curso voltado às mulheres do Movimento Sem Terra (MST), com participantes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

“As mulheres dos movimentos sociais estão ávidas por conhecimento. Foi um momento muito importante, pois são mulheres multiplicadoras de informações”, avaliou.

Já na sexta-feira (29), Rosana falou na Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB/MT) em evento que debateu o tráfico de pessoas.

“Esse tema é um problema invisíveldentro da sociedade. As mulheres ainda são as maiores vítimas. Entretanto, outras camadas de vulneráveis são as crianças, adolescentes, travestis e transexuais. Os maiores problemas enfrentados são os abusos sexuais, a exploração e o comércio sexual”, resumiu.

Paulo Radamés
Assessoria de Imprensa

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso
Desenvolvido por:tiagodonatti.com