Defesensoria Pública do Estado de Mato Grosso

Notícias

Quinta, 05 Abril 2018 16:07 Última modificação em Quinta, 05 Abril 2018 16:14

Três defensoras públicas atuarão no Novo Paraíso no segundo Multiação de 2018

Escrito por  Márcia Oliveira
Foto: Bruno Cidade/DPE-MT Três defensoras públicas atuarão no Novo Paraíso no segundo Multiação de 2018

A Defensoria Pública de Mato Grosso (DPE/MT) atenderá os moradores do bairro Novo Paraíso, em Cuiabá, no sábado (7/4), das 8h às 18h, com três defensores públicos no projeto da rede Mato-Grossense de Televisão (TVCA) e da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), o Multiação. No primeiro evento do ano, 17 de março, os moradores do bairro Pedra 90 receberam serviços de mais de 30 empresas, órgãos e entidades.

Durante o Multiação os cidadãos têm acesso a serviços de saúde, educação, empreendedorismo, previdência, cidadania, orientação jurídica e participam de atividades culturais. No bairro Pedra 90 a DPE atendeu 88 pessoas com demandas nas áreas de direito do consumidor, solicitação de declaração para fazer documentos civis gratuitamente, solicitação de pensão alimentícia e outros.

Multiacao 3“Participar do evento para a Defensoria Pública é ter a chance de atender o nosso público onde ele vive, apenas com investimento em recursos humanos, já que contamos com toda a estrutura oferecida pela organização. Para nós é gratificante ir até pessoas carentes, sem recursos para contratar um advogado, e fazer no nosso papel para que tenham garantidos os seus direitos”, avalia o segundo subdefensor público-geral, Caio Zumioti.

A presidente do bairro Novo Paraíso, Silvandira Rodrigues, afirma que o evento no bairro é de extrema importância, pois a população local é definida como extremamente carente. “Nós não temos dados oficiais que confirmem o que vou dizer, mas aqui as mulheres trabalham como domésticas e diaristas em sua maioria e os homens em bicos. Se tivermos 30% dos moradores em empregos formais é muito. A vinda desses serviços para cá é muito importante”, avalia.

Silvandira afirma que um dos grandes problemas do bairro, originado de invasão há 25 anos e que abriga ao menos 2.500 casas, é a falta de infraestrutura e de serviços públicos, principalmente os das pastas da Educação.

“Aqui precisamos muito de creches e escolas, pois não tem vaga para quem precisa. As crianças do bairro completam 10 anos, terminam o fundamental e as mães têm que procurar escolas em bairros vizinhos, distantes e isso é motivo de todos os tipos de preocupação. O apelo que faço é que os gestores dos órgãos públicos nos ajudem nisso. É muito difícil para nossas mães cuidarem da sobrevivência, da educação e da segurança de seus filhos. A vida de muita gente aqui é sofrida para conseguir manter o filho na escola”, afirma a representante da comunidade.

Multiacao 4A defensora pública da Coordenadoria de Ações Comunitárias da DPE, Corina Pissato, que integra a equipe que atua no Multiação explica que a instituição pode ajudar a população em demandas como a apresentada pela presidente do bairro, a partir de uma coleta de dados.

“Podemos levantar informações e a partir delas, encontrar alternativas eficazes, pela via administrativa, para que esses casos sejam atendidos o mais breve possível, pois a demanda é de extrema importância. A nossa primeira via é sempre conversar com o Município, o Estado para encontrar soluções. E neste caso, uma alternativa pode ser a oferta de transporte público para que essas crianças não tenham que ser exposta, tão cedo, a situações de risco e para que seus pais possam trabalhar tranquilos”, explica Corina.

Participarão do Multiação no Novo Paraíso as defensoras públicas Corina, Kelly Cristina Veras e Liseane Toledo, assessores jurídicos, de informática e imprensa.

Márcia Oliveira 
Assessoria de Imprensa

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso
Desenvolvido por:tiagodonatti.com