Defesensoria Pública do Estado de Mato Grosso

Notícias

Sábado, 07 Abril 2018 14:43 Última modificação em Sábado, 07 Abril 2018 18:34

População aproveita sábado para resolver problemas legais no segundo Multiação de 2018

Escrito por  Márcia Oliveira

Greice Galibert, 39 anos, viúva, mãe de quatro filhos, procurou a Defensoria Pública de Mato Grosso (DPE/MT) para conseguir receber o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) do marido, falecido há seis anos, na manhã deste sábado (7/4) no Multiação. O evento permanece com atendimento durante todo o dia de hoje, no campo de futebol do bairro Novo Paraíso, em Cuiabá, com a oferta de serviços por mais de 30 empresas, órgãos e instituições.


O valor que Greice espera receber é de R$ 1 mil, que ela garante, fará diferença em sua vida, já que está desempregada e vive de bicos como auxiliar de cozinha no período da noite e estuda durante o dia. “Minha família me ajuda com as despesas e eu foco no estudo, já que eu dependia do meu marido e ele faleceu. O dinheiro vai ajudar os meus filhos. Minha sogra ouviu dizer que a Defensoria poderia me ajudar nisso e estou aqui”, conta.


A DPE/MT fará uma requisição de alvará judicial para que a Caixa Econômica Federal (CEF) informe o real valor a ser pago para Greice e posteriormente, solicitará que o valor seja disponibilizado para ela. Já Luan Panaceno, 19 anos, procurou os defensores para ter informações sobre quando deixará de usar tornozeleira eletrônica, que o monitora há um ano e meio.

Multiacao 4“Eu fui preso e acusado de roubo de um carro à mão armada. Assumi o crime e na audiência de custódia me liberaram, mas desde então uso tornozeleira. Só que pra arranjar emprego é difícil. Eu continuo estudando, mas trabalhar tá complicado. Eu me arrependi do que fiz e a minha vontade é ter uma boa família”, conta. Luan foi informado que o processo dele corre no Núcleo da 6ª Vara Criminal de Cuiabá e ele terá que procurar a Instituição a partir de segunda-feira (9/4) para que o defensor público verifique seu caso.


Cléia Gomes Araújo buscou orientações sobre o que fazer para colocar o nome da mãe dela como sendo a avó do filho, na certidão de nascimento. Ela conta que quando ela nasceu foi sua avó quem a registrou como mãe e que por isso, entrou na Justiça e conseguiu regularizar a situação. Porém, antes que os nomes fossem corrigidos, ela teve um filho e a bisavó consta como avó da criança, na certidão de nascimento.


“No caso dela, a Defensoria terá que fazer um pedido de Retificação Administrativa para o Cartório, solicitando a alteração do nome da avó da criança na certidão, já que ela conseguiu uma decisão para alterar os nomes na Justiça e um erro provocou o outro”, explica a defensora pública, Kelly Cristina Veras.


Além desses casos, a DPE atendeu pessoas com pedido de pensão alimentícia, de redução do valor da pensão alimentícia paga aos filhos, solicitação de declaração de hipossuficiência, orientações sobre como acessar direitos e serviços, entre outros.


O primeiro subdefensor público-geral, Márcio Dorilêo, um dos responsáveis pela parceria da DPE com a Rede Mato-Grossense de Televisão (TVCA) e a Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), afirma que a iniciativa viabiliza um dos grandes desejo da DPE, atender o cidadão carente onde ele mora e num sistema que oferta serviços em rede. “Os moradores deste bairro são extremamente carentes e precisam de tudo, em todas as áreas. Vir até eles com serviços de saúde, acesso à direitos, educação, cultura, lazer e cidadania é uma experiência humanitária. A DPE aqui, fortalece esse atendimento em rede e estreita a relação do defensor público com a população que precisa de nosso serviço”, avalia.

Participaram do Multiação no Novo Paraíso as defensoras públicas Corina Pissato, Kelly Cristina e Liseane Toledo, assessores jurídicos, de informática e imprensa. O segundo subdefensor-geral, Caio Zumioti e Márcio Dorilêo estiveram no evento. Durante o Multiação os cidadãos têm acesso a serviços de saúde, educação, empreendedorismo, previdência, cidadania, orientação jurídica e participam de atividades culturais. Esse é o segundo do ano. O próximo será no dia 12 de maio, no bairro Parque Sabiá, em Várzea Grande.


Veja mais fotos aqui no nosso Flickr.

 

Márcia Oliveira
Assessoria de Imprensa


Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso
Desenvolvido por:tiagodonatti.com