Defesensoria Pública do Estado de Mato Grosso

Notícias

Segunda, 03 Dezembro 2012 18:13 Última modificação em Quinta, 07 Fevereiro 2013 09:03

Posse de novos Defensores Públicos vai beneficiar mais de 82 mil pessoas

Escrito por  Assessoria de Imprensa

Três defensores públicos substitutos tomaram posse na manhã desta segunda-feira (3) na sede da Defensoria Pública de Mato Grosso. Denis Thomaz Rodrigues, Jardel Mendonça Santana e Jorge Alexandre Felipe Viana Munduruca haviam sido aprovados no IV Concurso Público promovido pela instituição e obtiveram o direito de ingressar no quadro funcional através de decisões judiciais, visto que estavam dentro das 25 vagas estabelecidas no edital e não haviam sido convocados.

Contando com a presença de familiares e de outros membros da carreira, os três novos defensores públicos foram empossados durante reunião extraordinária do Conselho Superior da Defensoria Pública (CSDP), que foi presidida pelo defensor público-geral em exercício, Hércules da Silva Gahyva.

Após fazerem a leitura do termo de compromisso, assinaram o termo de posse e receberam as carteiras funcionais. Drs. Denis, Jardel e Jorge assumirão os trabalhos em três comarcas cuja população está desde o ano passado sem a assistência jurídica, respectivamente São Félix do Araguaia, Terra Nova do Norte e Porto Alegre do Norte.

Mais de 82 mil pessoas, em 10 municípios, serão beneficiados diretamente com a reabertura dos três núcleos da instituição.

As boas vindas aos três novos membros também foram dadas pelos defensores públicos Márcio Frederico de Oliveira Dorilêo, corregedor-geral, Munir Arfox, presidente da Associação Matogrossense de Defensores Públicos – Amdep, Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz, presidente do Sindicato dos Defensores Públicos de Mato Grosso – Sindep, além do deputado federal Valtenir Pereira e do ouvidor-geral Paulo Lemos.

Dr. Jardel Santana, que veio de Uberlândia-MG e era oficial do Ministério Público, enfatiza que "a existência do homem na terra não tem sentido se não for fazer o bem ao próximo" e completa que "a Defensoria Pública é a instituição do presente e do futuro que vai poder concretizar plenamente este objetivo contribuindo para a efetivação dos Direitos Humanos e implementação dos direitos sociais fundamentais".

Vindo do interior de São Paulo, Dr. Denis Rodrigues afirma que quem presta concurso público muitas vezes não escolhe a carreira a seguir, mas que ele tinha uma pretensão pela Defensoria Pública. "Gosto deste trabalho, já tive experiências em outras instituições e preferi a Defensoria. Mato Grosso, em particular, é um estado em crescimento, desenvolvimento, um estado de oportunidades", explica.

Apesar de já morar no interior de Mato Groso, Dr. Jorge Munduruca é natural da Bahia e afirma que "a expectativa é de assistir a população necessitada, prestando serviço da melhor qualidade para que se sintam acolhidos e saibam que existe uma instituição que está cuidando deles".

"A jornada de um Defensor Público pode parecer, em alguns momentos, espinhosa e as conquistas difíceis de serem alcançadas, mas, justamente pela dificuldade que cada ação traz, a sua conclusão, o seu resultado se apresentam mais gratificantes", destacou Dr. Hércules Gahyva.

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso
Desenvolvido por:tiagodonatti.com